href='https://sites.google.com/site/gerenciandoblog/arquivos/paginacao-abu-farhan-01.css’ rel='stylesheet' type='text/css'/>

Minha Perda de Peso

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Tendência para engordar? Desculpa esfarrapada!

Boa Noticia!

A balança voltou a cair! Peso: 66.6
Noticia Ruim:

Minha esteira foi pro saco! Hoje o rapaz vai lá fazer uma visita para ver se tem concerto...minha companheira se entregou, jeito vai ser na caminhar na rua e academia!
Tenho pensado muito nas desculpas que pessoas acima do peso usam para não emagrecer, para não mudar de vida e tendencia para engordar com certeza era a minha favorita

A famosa genética influencia também no peso, claro . Todas nós já ouvimos falar em tendência para engordar, e ela realmente castiga muita gente ( meus quadris são provas, valeu D.Vera Fátima!) . Porém, cuidado para não usar isso como desculpa para continuar a comer sem controle, e Deus sabe, como eu já fiz isso. A hereditariedade pode ser responsável por facilitar o ganho de peso, mas todo mundo consegue emagrecer, se quiser. Basta conhecer seu corpo e as limitações na alimentação e isso que tenho buscado , até mais que meu corpo ideal.

O primeiro passo é prestar atenção nos pais e familiares. Se forem gordinhos, é bem provável que os filhos tenham propensão para acumular gordura .Uma forma de controlar o peso é diminuir o consumo de carboidrato refinado (açúcares e farinhas), mão tem jeito quanto mais açúcar, mais insulina o pâncreas libera, o que provoca os genes da obesidade, que estimulam a pessoa comer em excesso ( Leiam Dr. Atikins , ou marquem consulta com Endocrino para comprovar)

Eu acho que é preciso se conscientizar que se há mesmo essa tendência, precisamos mudar nossos costumes. Gente, quem quer emagrecer e tem propensão a ganhar peso nunca vai poder comer do jeito que gosta.Eu sei das minhas dificuldades , sei da minha carga genética e por isso antes de iniciar a dieta, a pessoa deve traçar um objetivo possível, para não desanimar.

Creio tb que os bons hábitos alimentares devem começar cedo, desde a infância,. No caso de uma família de gordinhos, a atenção é redobrada, por isso cuido muito de perto o que minha filha come. Evito mesmo oferecer a ela: frituras, salgadinhos, biscoitos recheados..E também tento estimular ela a brincar e fazer atividades esportivas e artísticas ( precisam ver minha sala no final da noite!)

Fonte: dieta já

6 comentários:

  1. Bom dia lindona..estamos quase no mesmo peso..vamos seguir juntas essa dieta entao...
    eu acho que 59 ta otymo..qnto vc mede?
    eu 1,68..
    E vamos ralar na malhação..eu tenho tendencias a engordar sim..minhamae e meu irmao são mega gordos..mas não é por isso que vou deixar de me cuidar ne..
    bora laaaaa
    bjaooo

    ResponderExcluir
  2. Oie!!!!
    Estou aki pela primeira vez, adorei vc e seus posts. Acredita que eu fiquei super feliz com sua calça 40!!!!!rs Menina isso é uma vitória, que coisa boa!
    To te seguindo, quero acompanhar de pertinho o seu complto sucesso!
    Parabéns viu!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Luto contra a genética de pai e mãe. Porque não me conformo! Hahahah
    Na verdade, é na cabeça que as mudanças devem ser feitas primeiramente, pra depois passar pro corpo. O difícil é incorporar hábitos saudáveis e lights com naturalidade no dia a dia, mas é o grande segredo pra ficar e permanecer eternamente magra.
    Tua esteira e minha balnaça... o pior é que o cara falou que não tem como consertar a balança, mas que talvez ela volte sozinha a funcionar como deve... enfim...

    ResponderExcluir
  4. a tendecia conta mas se vc relaxar e se entregar . beijinhos ke .

    ResponderExcluir
  5. ÊÊÊÊ, consegui postar! Obrigado pela mudança, lindona! Que bom que coneseuiu mudar depois que nos falamos no chat Boa Menina!!!

    Fico feliz pelo seu peso! É chato mesmo não ter conserto a esteira. Vendo pelo lado positivo, vai ser mais um incentivo para você ir até a academia! :-)

    A gente realmente arruma muitas desculpas...A minha era porque o marido comprava muitas besteiras e comíamos muito em restaurante (eu engordei depois que casei). É mais confortável se fazer de vítima e colocar a culpa em qualquer outra coisa ao invés de se responsabilizar. Fico feliz que agora vejo as coisas de outro modo.

    Um super beijo!
    Carla/Pancha

    ResponderExcluir
  6. É isso mesmo. É claro que a genética conta muito, mas se temos esse problema vamos-nos refugiar nele? Não, vamos enfrentá-lo e contorná-lo para vencê-lo.
    Beijinhos

    ResponderExcluir